Descrição

O Emagis prepara você para os mais exigentes concursos públicos. Complemente seus estudos. Otimize seu tempo. Aprenda praticando. Venha para o Emagis!

Tags

Advocacia Pública Carreira Policial Cursinho Defensoria Pública Magistratura Ministério Público Ministério Público Federal

Contato

emagis.com.br/home/

Redes sociais do Curso

3.5 Média (3.5/5)
Qualidade

Preço

Didática

Suporte

Opiniões mais recentes

3.5

Lolita Atilol

(Há 513 dias)

Adorava as correções

Curso: Mp estadual

O curso é diferenciado pelos simulados! Adorava as correções

Qualidade

Preço

Didática

Suporte

Sem resposta
3.8

Carol

(Há 720 dias)

Bom

Curso: Combo magistratura estadual

Contratei o emagis pelo preço acessível (na época, consegui uma promoção de 50% de desconto) para treinos de segunda fase. Acabei adquirindo o combo de magistratura estadual, que possui rodadas semanais de objetivas (30 questões, sendo a maioria inédita), discursivas (4 questões) e sentenças. Eu gostei muito das rodadas de objetivas, que abrangem lei seca, jurisprudência e doutrina, e automaticamente ap´´ós fazer você tem acesso a um gabarito comentado, que é muito bem feito, no geral. As questões discursivas também são interessantes, mas abrangem, basicamente, só informativos - o que eu, pessoalmente, achei bom, porque jurisprudência é minha maior dificuldade nas discursivas (já que a lei seca está à mão). As correções, porém, não são nada individualizadas, então não espere que os professores te indiquem no que você pode melhorar - você mesmo vai ter que identificar, batendo com o gabarito e respostas selecionadas dos colegas. Achei as rodadas de sentença penal muito boas, embora a correção também não seja tão individualizada. As que fiz até agora foram propostas, em geral, longas, com vários crimes e/ou vários réus, diversas regras de concurso de crimes, etc. Dá pra treinar bem. Já as rodadas de sentença cível me decepcionaram. Salvo uma ou outra, achei as propostas fraquíssimas, quando não fora da realidade (já teve proposta minúscula cobrando tema completamente "aleatório", que nunca foi discutido no STJ/STF, e trouxe um gabarito super fechado e controvertido. Nessa proposta, se não estou enganada, somente uma pessoa da turma conseguiu tirar uma nota que não fosse a nota mínima/insatisfatória rs). Achei que valeu o investimento pelas objetivas e sentença penal, além do auxílio na criação de uma rotina de treino pra todas as fases com as rodadas, mas a correção e as sentenças cíveis realmente deixaram a desejar.

Qualidade

Preço

Didática

Suporte

Sem resposta
3

Igor

(Há 813 dias)

Médio

Curso: Plano trimestral Magistratura Federal (obj, subj e sentença)

Sendo sintético, minhas impressões foram as seguintes. Ponto positivo: o curso é dinâmico e, ao te "forçar" a seguir as rodadas (para ter a correção), ajuda na revisão de alguns pontos, principalmente jurisprudência e doutrina, que são os diferenciais numa 2ª fase. Ponto negativo 1: simplesmente, praticamente não há correção específica. Os comentários às suas respostas são completamente genéricos. Tenho a impressão que eles fazem alguns modelos e saem, copiam e colam para todos, a depender da nota. Não dá para saber o que você tem que melhorar, nem nada. Só da para saber se você acertou ou não a questão (o que é desnecessário, pois eles disponibilizam o espelho). Ponto negativo 2: as perguntas, na verdade, são, quase todas, uma mera adaptação dos julgados recentes de informativos. Parece muito que eles entram no site do Dizer o Direito, pegam um julgado, colocam nomes diferentes nos personagens do caso concreto e fazem a questão. A resposta é sempre a tese fixada pelo STF/STJ no caso. Não te faz raciocinar muito. Isso não chega a ser tão ruim, pois, querendo ou não, te faz estudar aquele julgado e "entender" como ele pode ser cobrado em uma dada situação. No entanto, para quem já estuda Dizer o Direito de forma constante, fica inútil o estudo dessas questões. Nas demais questões em que predomina a doutrina (ex.: explique tal princípio/teoria), o lado ruim é que, como dito acima, a correção não é boa para saber se você explicou adequadamente e em que pontos você errou. Ponto negativo 3: é bem caro. Até faria sentido o preço se as correções fossem bem feitas e realmente personalizadas, porque realmente demanda trabalho a correção semanal de peças/questões. No entanto, o que se percebe é que as correção são genéricas e as questões discursivas não são bem elaboradas. Estão ganhando mais do que realmente proporcionam. Paguei 3 meses e fiz só as discursivas, mas não pretendo continuar. Não tive problemas com o suporte.

Qualidade

Preço

Didática

Suporte

Ver resposta
Organizar por:
3.5

Lolita Atilol

(Há 513 dias)

Adorava as correções

Curso: Mp estadual

O curso é diferenciado pelos simulados! Adorava as correções

Qualidade

Preço

Didática

Suporte

Sem resposta
3.8

Carol

(Há 720 dias)

Bom

Curso: Combo magistratura estadual

Contratei o emagis pelo preço acessível (na época, consegui uma promoção de 50% de desconto) para treinos de segunda fase. Acabei adquirindo o combo de magistratura estadual, que possui rodadas semanais de objetivas (30 questões, sendo a maioria inédita), discursivas (4 questões) e sentenças. Eu gostei muito das rodadas de objetivas, que abrangem lei seca, jurisprudência e doutrina, e automaticamente ap´´ós fazer você tem acesso a um gabarito comentado, que é muito bem feito, no geral. As questões discursivas também são interessantes, mas abrangem, basicamente, só informativos - o que eu, pessoalmente, achei bom, porque jurisprudência é minha maior dificuldade nas discursivas (já que a lei seca está à mão). As correções, porém, não são nada individualizadas, então não espere que os professores te indiquem no que você pode melhorar - você mesmo vai ter que identificar, batendo com o gabarito e respostas selecionadas dos colegas. Achei as rodadas de sentença penal muito boas, embora a correção também não seja tão individualizada. As que fiz até agora foram propostas, em geral, longas, com vários crimes e/ou vários réus, diversas regras de concurso de crimes, etc. Dá pra treinar bem. Já as rodadas de sentença cível me decepcionaram. Salvo uma ou outra, achei as propostas fraquíssimas, quando não fora da realidade (já teve proposta minúscula cobrando tema completamente "aleatório", que nunca foi discutido no STJ/STF, e trouxe um gabarito super fechado e controvertido. Nessa proposta, se não estou enganada, somente uma pessoa da turma conseguiu tirar uma nota que não fosse a nota mínima/insatisfatória rs). Achei que valeu o investimento pelas objetivas e sentença penal, além do auxílio na criação de uma rotina de treino pra todas as fases com as rodadas, mas a correção e as sentenças cíveis realmente deixaram a desejar.

Qualidade

Preço

Didática

Suporte

Sem resposta
3

Igor

(Há 813 dias)

Médio

Curso: Plano trimestral Magistratura Federal (obj, subj e sentença)

Sendo sintético, minhas impressões foram as seguintes. Ponto positivo: o curso é dinâmico e, ao te "forçar" a seguir as rodadas (para ter a correção), ajuda na revisão de alguns pontos, principalmente jurisprudência e doutrina, que são os diferenciais numa 2ª fase. Ponto negativo 1: simplesmente, praticamente não há correção específica. Os comentários às suas respostas são completamente genéricos. Tenho a impressão que eles fazem alguns modelos e saem, copiam e colam para todos, a depender da nota. Não dá para saber o que você tem que melhorar, nem nada. Só da para saber se você acertou ou não a questão (o que é desnecessário, pois eles disponibilizam o espelho). Ponto negativo 2: as perguntas, na verdade, são, quase todas, uma mera adaptação dos julgados recentes de informativos. Parece muito que eles entram no site do Dizer o Direito, pegam um julgado, colocam nomes diferentes nos personagens do caso concreto e fazem a questão. A resposta é sempre a tese fixada pelo STF/STJ no caso. Não te faz raciocinar muito. Isso não chega a ser tão ruim, pois, querendo ou não, te faz estudar aquele julgado e "entender" como ele pode ser cobrado em uma dada situação. No entanto, para quem já estuda Dizer o Direito de forma constante, fica inútil o estudo dessas questões. Nas demais questões em que predomina a doutrina (ex.: explique tal princípio/teoria), o lado ruim é que, como dito acima, a correção não é boa para saber se você explicou adequadamente e em que pontos você errou. Ponto negativo 3: é bem caro. Até faria sentido o preço se as correções fossem bem feitas e realmente personalizadas, porque realmente demanda trabalho a correção semanal de peças/questões. No entanto, o que se percebe é que as correção são genéricas e as questões discursivas não são bem elaboradas. Estão ganhando mais do que realmente proporcionam. Paguei 3 meses e fiz só as discursivas, mas não pretendo continuar. Não tive problemas com o suporte.

Qualidade

Preço

Didática

Suporte

Ver resposta

Descrição

O Emagis prepara você para os mais exigentes concursos públicos. Complemente seus estudos. Otimize seu tempo. Aprenda praticando. Venha para o Emagis!

Tags

Advocacia Pública Carreira Policial Cursinho Defensoria Pública Magistratura Ministério Público Ministério Público Federal

Contato

emagis.com.br/home/

Redes sociais do Curso